Estudos sobre a Percepção de Autoeficácia Parental: Uma Revisão de Literatura

Resumen

A percepção de autoeficácia (PA) é definida como a confiança que o indivíduo tem na sua capacidade pessoal para organizar e executar certas ações, podendo influenciar as escolhas frente a alguma ação que precisa ser realizada. No contexto parental, a PA está relacionada ao controle na função parental e, assim, influenciar a percepção da sua autoeficácia, enquanto pai e mãe. Assim, pretende-se verificar características da literatura internacional sobre o tema, nos últimos cinco anos. Foram encontrados 22 artigos, em diversas bases de dados, provenientes de diferentes países, sendo que os resultados mostraram um enfoque sobre a infância e a adolescência, parentalidade, transtornos psicológicos, validação de instrumentos e a relação da autoeficácia com as neurociências. Conclui-se que esta revisão tem sua importância na análise criteriosa dos estudos sobre a percepção de autoeficácia parental, pois há uma necessidade clínica no atendimento de pais e filhos em sua relação parental.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor

Dayan Moshe Sousa Cotrim, Universidade de Ciências Impresariais e Sociais, Argentina.
Sebastião Benício da Costa Neto, Pontifícia Universidade Católica – PUC.

 E-mail: sebastiaobenicio@gmail.com

Publicado
2021-08-04